23º SINAPE - Simpósio Nacional de Probabilidade e Estatística

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

ANALISES DE PADROES EM DISPONIBILIDADE DE ALIMENTOS NO MUNDO E SUAS RELAÇOES COM A RENDA

Resumo

Há aumento na quantidade e substituição da qualidade de alimentos consumidos em função do aumento da renda em uma determinada população (Cirera e Masset, 2010), o que na Economia denomina-se Lei de Bennett (Bennett, 1954 in apud Godfray, 2011). Em geral, as populações com menor renda geralmente apresentam um padrão alimentar predominante por alimentos ricos em amido, enquanto que as populações com maior renda geralmente apresentam maior variabilidade e conteúdo calórico, com predominância de alimentos de origem animal e alimentos oriundos do processamento de vegetais e frutas (Godfray et al., 2010). Tal comportamento ocorre de forma geral a nível mundial, porém pode ter algumas variações específicas dependendo da localidade. Pode ser benéfico em um primeiro momento, por exemplo, na diminuição dos níveis de desnutrição, porém, pode apresentar problemas se não controlado em longo prazo pela ciência da nutrição (Godfray et al., 2010). Por exemplo, gera uma maior utilização de recursos, tornando-se menos sustentável do ponto de vista ambiental (Godfray, 2011), podendo também ser maléfico à saúde (FAO, 2017). Nesse contexto, são necessárias análises para buscar entender os padrões de disponibilidade de alimentos mais relacionados com a renda em contexto populacional, e para isso vem sendo aplicadas de forma crescente na literatura técnicas estatísticas como as análises multivariadas (Shills, 2016). Esse trabalho tem como objetivo aplicar a técnica estatística multivariada de Análise de Componentes Principais para busca de padrões em dados de disponibilidade de grupos de alimentos levando em conta 171 países dos repositórios de dados da FAO (Food and Agriculture Organization), visando identificar pelo menos um padrão de disponibilidade alimentar a nível mundial que possa ser relacionado ao PIB (medida de renda). Com o método estatístico multivariado aplicado o padrão esperado foi obtido, com comportamento semelhante ao observado na Lei de Bennett e em FAO (2017).

Palavras-chave

Disponibilidade de alimentos; Nutrição; Análise de Componentes Principais; FAO; Lei de Bennett

Área

Estatística Aplicada em Ciências Médicas, Saúde e Meio Ambiente

Autores

Gabriel Gonçalves da Costa, Bruno Francisco Teixeira Simões