23º SINAPE - Simpósio Nacional de Probabilidade e Estatística

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

PROCESSOS PONTUAIS ESPACIAIS PARA DADOS DAS UNIDADES PRISIONAIS NO BRASIL

Data de titulação

01/03/2018

Instituição de titulação

Universidade Federal do Rio de Janeiro

RESUMO (abstract)

O aprisionamento vem sendo estudado no âmbito internacional e apresenta resultados preocupantes com crescimento acelerado nas últimas décadas. Segundo dados do Institute for Criminal Policy Research da universidade de Birkbeck em Londres, o Brasil multiplicou o número de presos em 20 vezes desde 1973 até os dias de hoje. Diante disso, há interesse em investigar a distribuição das unidades prisionais no Brasil e estudar a associação de covariáveis para então entender a disposição dessas unidades. Neste trabalho, propomos modelar as localizações dessas unidades através de Processos de Cox. Primeiramente, a função de intensidade foi definida a partir de uma mistura de distribuições normais com o objetivo de definir a formação de conglomerados de pontos. As covariáveis nesse modelo são referentes as unidades prisionais e são inclusas nas dimensões dos pontos, isso leva a formação de conglomerados compostos por unidades prisionais próximas geograficamente e que possuem possíveis características semelhantes. Na segunda parte do trabalho foi utiliza um modelo proposto por Diggle et al. (1997) que permite que a função de intensidade leve em consideração as distâncias das localizações das unidades prisionais às fontes de influências previamente definidas, além de covariáveis espaciais. Em ambos os modelos, a inferência foi feita sob o enfoque bayesiano.

Área

Inferência Bayesiana

Autores

REBECCA DE OLIVEIRA SOUZA