23º SINAPE - Simpósio Nacional de Probabilidade e Estatística

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

ENSINO DE ESTATISTICA ATRAVES DE UMA PESQUISA-AÇAO: USO DE ALCOOL ENTRE ADOLESCENTES DE UMA ESCOLA PUBLICA DO ENSINO FUNDAMENTAL NO MUNICIPIO DO RIO DE JANEIRO.

Resumo

O presente trabalho foi desenvolvido em parceria com os professores do Ginásio Experimental Olímpico (GEO), Unidade Santa Teresa, visando contribuir com a formação dos licenciandos da UNIRIO a partir da sua participação em atividades que visem o ensino de Estatística na Educação Básica. No ano de 2017, um grupo de alunos do sétimo ano, procurou nossa equipe com o desejo de realizar uma pesquisa a respeito do consumo de álcool na escola. A partir deste tema, planejamos, executamos, analisamos e estamos iniciando a divulgação dos resultados obtidos por esse estudo, na escola. Utilizamos a metodologia pesquisa-ação, pois acreditamos que essa era uma oportunidade de fazer os alunos refletirem sobre o uso de álcool na adolescência. Utilizamos o mesmo instrumento sobre uso de álcool que as pesquisas nacionais com escolares, que foi desenvolvido pelo CEBRID. Um total de 534 alunos respondeu a pesquisa. No momento da pesquisa, 63% (n=336) dos respondentes relataram já ter experimentado álcool alguma vez na vida e 48% beberam nos últimos 12 meses. Entre os respondentes, 33% já havia misturado bebida alcóolica com energéticos. A Pesquisa Nacional de Saúde Escolar (PeNSE,2016) mostrou percentual inferior, ao encontrado em nosso estudo, para proporção de alunos que já experimentaram álcool (54%).Um resultado importante dessa pesquisa não está refletido nos números apresentados anteriormente, mas sim nas falas dos alunos da 1.704. Algumas vezes, durante o processo de pesquisa, vieram confidenciar que depois que iniciaram a pesquisa haviam parado de beber. Também foi possível observar o empoderamento desses alunos perante a escola e toda a dedicação que eles tiveram durante o processo de coleta e desenvolvimento da pesquisa. Assim, concluímos que está pesquisa cumpriu com o objetivo de desenvolver um letramento estatístico e também modificar uma realidade.

Palavras-chave

Área

Educação Estatística

Autores

Luciane S Velasque, Roberto Correa Trindade, Maria Tereza Serrano Barboza, Alexandre S Silva, Eduardo Mesquita Peixoto, Luiz Felipe Ferreira Silva, Jade Luane, Victor Hugo Oliva