23º SINAPE - Simpósio Nacional de Probabilidade e Estatística

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

USO DE PARADADOS PARA ANALISE DE ERROS NAO AMOSTRAIS NA INVESTIGAÇAO SOBRE ESPECIE DE DOMICILIOS NO CENSO DEMOGRAFICO 2010

Resumo

O Censo Demográfico é uma das mais relevantes fontes de informações sociodemográficas do País. No entanto, como todo processo de pesquisa, sua realização está sujeita à ocorrência de erros não amostrais que devem ser estudados e avaliados sempre que possível. O objetivo deste trabalho é utilizar os paradados do Censo 2010, ou seja, as informações sobre a operação de coleta e a administração da pesquisa, para estudar as causas da divergência entre entrevistador e supervisor na classificação da espécie do domicílio, nos Estados do Alagoas, Amazonas, Santa Catarina, Rio de Janeiro e Mato Grosso. A metodologia estatística adotada foi a modelagem hierárquica de regressão logística com três níveis, domicílio, setor e supervisor. Os resultados mostraram os efeitos aleatórios de setor e supervisor foram estatisticamente significativos para todos os Estados. Além disso, verificou-se que os fatores que influenciam na ocorrência das divergências variam conforme o Estado. Enquanto em Alagoas e no Mato Grosso, apenas covariáveis de segundo nível (setor) foram significativas, nos demais Estados ao menos uma covariável de cada nível hierárquico mostrou-se relevante. Esses resultados podem ser utilizados no planejamento do processo de melhoria da qualidade do Censo, assim como de outras pesquisas domiciliares.

Palavras-chave

Censo Demográfico, erro não amostral, paradados, modelos hierárquicos.

Área

Estatística Aplicada em Ciências Sociais Aplicadas e Demografia e Estatísticas Públicas

Autores

Elizabeth Belo Hypólito, Luciano Tavares Duarte