23º SINAPE - Simpósio Nacional de Probabilidade e Estatística

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

M-BANKING E O RISCO PERCEBIDO NO USO DO APLICATIVO BANCARIO

Resumo

Este trabalho tem por objetivo investigar a relação entre o risco percebido, nas suas dimensões de desempenho e privacidade, e o uso do mobile banking por jovens. Para investigar a relação, foi desenvolvido um conjunto de 25 itens e aplicado a uma amostra de 350 usuários jovens de mobile banking. Os dados foram analisados utilizando as técnicas de análise fatorial exploratória e confirmatória. Identificou-se que o modelo final é formado por dois fatores, cada um representando uma dimensão do risco percebido. Como resultado, foi identificado que itens como tempo ao realizar transações, acesso ao aplicativo bancário e conexão com a internet, apresentam elevada influência na percepção de risco dentre os respondentes. A compreensão dos fatores que influenciam o risco percebido pelos clientes, pode contribuir com as instituições bancárias ao traçarem estratégias mais eficientes visando diminuir a percepção de risco.

Palavras-chave

Mobile banking. Risco percebido. Uso de tecnologia. Análise Fatorial Exploratória. Análise Fatorial Confirmatória.

Área

Estatística Aplicada em Ciências Sociais Aplicadas e Demografia e Estatísticas Públicas

Autores

Monique Wagner Souza, Rafael de Souza Tezza